quarta-feira, 28 de abril de 2010

Grão de Bico

Saiba por que o Grão de Bico vale ouro...
O grão-de-bico é um alimento mais rico do que o feijão em muitos aspectos.
Entre 20 e 30% da sua constituição é puro em proteína. Possui muitas fibras, tais como: o zinco, potássio, ferro, cálcio e magnésio. Se for consumido todos os dias, faz ganhar massa muscular, aumenta o bom humor, reduz o nível do colesterol mau e regula os intestinos.

Mas a sua qualidade mais famosa é a de gerar "felicidade", porque possui mais triptofano do que o feijão, ou seja, o mesmo aminoácido essencial que faz do chocolate essa bela fonte de bem-estar e de redução do stress.

Estudos recentes sobre os produtos alimentares no dia-a-dia, escreveram em revistas cientificas o seguinte apontamento:
"Em seres humanos metabolicamente normais, o aumento do consumo do grão-de-bico tem como consequência uma maior produção da serotonina".
Por ter ômega 3 e 6, é indicado para prevenir doenças cardiovasculares. E quem tem diabetes ou está a lutar contra a obesidade também pode beneficiar utilizando esta leguminosa, porque tem carboidratos complexos, ou seja, possuem uma metabolização lenta no organismo. Por também ser rico em fibras, proporciona a sensação de saciedade e só se sente fome bastante mais tarde.
Os pesquisadores destacam ainda que as sementes do grão-de-bico também acumulam mais fitoestrogênios do que as do feijão - substâncias essas que têm uma acção preventiva na osteoporose e em problemas cardiovasculares. Os fitoestrogénios também são usados na reposição hormonal após a menopausa.
Não custa experimentar e utilizar este legume seco nas suas várias refeições, desde fazer uma deliciosa sopa, a saladas quentes ou frias e ainda como acompanhamento de peixe, pasteis, etc.
Viva melhor, viva mais saudável!

Fonte: Leonardo S. Boiteux e Maria Esther de Noronha Fonseca, do
Laboratório de Melhoramento Genético & Análise Genômica do Centro Nacional
de Pesquisa de Hortaliças (CNPH) da Embrapa Hortaliças, em Brasília e ainda da nutricionista baiana Solange Carvalho.

2 comentários:

MACAU BANGKOK O MAR DO POETA disse...

Estimda Amiga e Ilustre Historiadora DRa. Irene,
Já conhecia desde longa data as propriedades do grão de bico, mas nunca é demais ficar/mos a par das mais recentes descobertas cientificas.
Eu, por norma, costumo grão de bico, mas me cria muita flautulência,mas isso passa.
Adorei ficar a par das notiçias de tão saudavel alimento.
Um abraço amigi

O Espírito do Tai Chi disse...

Esta não sabia eu amiga Irene.
Como soi dizer-se o saber não ocupa lugar.

Um abraço do amigo,

António Serra