quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Indiferença...

Primeiro levaram os negros!
Mas não me importei com isso
Eu não era negro…
Em seguida levaram alguns operários
Mas não me importei com isso
Eu também não era operário
Depois prenderam os miseráveis.
Mas não me importei com isso,
Porque eu não sou miserável.
Depois agarraram uns desempregados,
Mas como tenho o meu emprego,
Também não me importei
Quando vieram e me levaram…
Mas agora já é tarde.
Como eu não me importei com ninguém,
Ninguém se importa comigo.

Bertold Brecht (1898-1956)

4 comentários:

MACAU BANGKOK O MAR DO POETA disse...

Estimada Amiga e Ilustre Romancista Irene Abreu,
Linda esta mensagem, se nós nada fizer-mos pelos outros os outros igualmente nada farão por nós.
Um pensamento filosofo bem profundo, e infelizmente se passa no dia a dia, pois o egoísmo está bem vivo no coração de muitas pessoas de má indole.
Um abraço amigo

Laura disse...

Laura disse...
"Quando vieram e me levaram…" estava só, tão só que já tudo importava, não é?

Anónimo disse...

E ate nas de boa indole, principalmente nas que acham que a teem. Acredite que eh verdade!

jecikinha disse...

Olá Irene estou olhando teu blog e nossa quanta variedade em um só lugarzinho, bom vim pra ficar, porque ao contrario de muitos gosto da diferença e como é triste saber que até nós mesmos, em pequenos atos nos tornamos tão egoista, desde já, já estou te seguindo...bjks adorei.