terça-feira, 10 de abril de 2012

A origem de "bunda"

Os responsáveis pela “bunda” como é conhecida na actualidade no Brasil, e aí refiro-me ao conceito contemporâneo de bunda, ou seja, a bunda como ela é, são os africanos.
Mais especificamente os angolanos e os cabo-verdianos. Para ser ainda mais preciso, as angolanas e as cabo-verdianas!
Foram elas, angolanas e cabo-verdianas, que, ao chegarem ao Brasil durante as trevas da escravatura, revolucionaram tudo o que se sabia sobre as bundas até então.

Foi assim: naquela época, a palavra bunda não existia. Os portugueses, quando queriam falar a respeito das nádegas de uma cachopa, chamavam-lhe exactamente: nádegas. Ou região glútea, tanto faz.
Então, os escravos angolanos e cabo-verdianos chegaram ao Brasil. Só que eles não eram conhecidos como angolanos nem cabo-verdianos. Eram os "bantos" designados por "bundos", que falavam o idioma ambundo ou quimbundo. A língua bunda, enfim.
Os bundos, esses, em especial as mulheres bundas, possuíam a tal região glútea muito mais sólida, avantajada, globosa.
Os portugueses, que, ao contrário do que se acredita, não são tolos, logo deitaram longos olhares para as nádegas das bundas. Uma delas, que passava diante de um grupo de portugueses que comentavam: - Que bunda!

Em pouco tempo, a palavra bunda, antes designação de uma língua e de um povo, passou a ser sinónimo de nádegas.
Assim nasceu a bunda moderna com lindas e apreciadas bundas.

NOTA:
"Bunda" tem origem no idioma Quimbundo, falado pelos Ambundos em Angol que dizem M′BUNDA para "nádegas". Assim, tal palavra vem quase sem modificação de um idioma africano.

1 comentário:

Kinha disse...

Gostei de saber a origem da bunda, rs