sexta-feira, 8 de maio de 2009

Como seleccionar empregados


Todos sabemos como cada vez é mais difícil recrutar pessoal, em especial nas grandes empresas!
E o pessoal sente que, cada vez é mais difícil saber qual a sua verdadeira inclinação profissional.
Os governos de todo o mundo têm feito um grande esforço nessa busca, ou seja, através de psicólogos procuram descobrir as verdadeiras aptidões profissionais dos seus cidadãos para que não haja erros e gastos escusados nos centros psiquiátricos que, infelizmente, abrem cada vez mais... (porque será?)
A boa noticia é que finalmente surgiu a fórmula infalível para suprir qualquer dúvida a esse respeito.

Então, o método é muito simples e consiste em:


1-Colocar todos os candidatos num armazém.
2-Disponibilizar 200 tijolos para cada um.
3-Não dê orientação alguma sobre o que fazer.
4-Tranque-os lá durante seis horas, ao fim das quais, volte e verifique o que fizeram.


Segue a análise dos resultados:

1 - Os que contaram os tijolos, contrate-os como contabilistas.
2 - Os que contaram e em seguida recontaram os tijolos, são auditores.
3 - Os que espalharam os tijolos são engenheiros.
4 - Os que tiverem arrumado os tijolos de maneira muito estranha, difícil de entender, coloque-os no Planeamento, Projectos e Implantação Controlo de Produção.
5 - Os que estiverem a arremessar tijolos uns contra outros, coloque-os em Operações.
6 - Os que estiverem a dormir, coloque-os na Segurança.
7 - Aqueles que picaram os tijolos em pedacinhos e estiverem a tentar montá-los novamente, devem ir directo para Tecnologia da Informação.
8 - Os que estiverem sentados sem fazer nada ou em conversa fiada, vão para Recursos Humanos.
9 - Os que disserem que fizeram de tudo para diminuir o stock mas a concorrência está desleal e será preciso pensar em maiores facilidades, são vendedores natos.
10 - Os que já tiverem saído, são administradores.
11 - Os que estiverem a olhar pela janela com o olhar perdido no infinito, são os responsáveis pelo Planeamento Estratégico.
12 - Os que estiverem a conversar entre si com as mãos no bolso demonstrando que nem sequer tocaram nos tijolos e jamais fariam isso, cumprimente-os com muito respeito e coloque-os na Direcção.
13 - Os que levantaram um muro e esconderam-se atrás, são do Departamento de Marketing.
14 - Os que afirmarem não estar a ver tijolo algum no armazém, são advogados, encaminhe-os ao Departamento Jurídico.
15 - Os que reclamarem que os tijolos "estão uma porcaria, sem identificação, sem padronização e com medidas erradas", coloque-os no Controlo de Qualidade.
16 - Os que começarem a chamar os demais de "companheiros ou camaradas", elimine-os imediatamente antes que criem um sindicato.
Boa sorte!

4 comentários:

MACAU BANGKOK O MAR DO POETA disse...

Estimada Amiga e Ilustre Romancista Irene, fartei-me de rir a ler esta tão bela crónioca, sem dúvida alguma que é uma óptima forma de verificarem a vocação e desta forma muito mais fácil de os colocarem nos seus postos de trabalho.

Porém existe sempre uma pequena falha, pois de todos os empregos que por lá foram formando não vi nenhum de marinheiro, será talvez que os tijolos não servissem de bóias ou então não estavamos ainda na época dos descobrimentos!...
Eu nascido no coração do Alentejo, a minha vida profissional foi passada no mar, contradições que no fundo até tem a sua razão de ser.
Deus sabe sempre o que faz!...

Irene Abreu disse...

Amigo Cambeta
Estanos a falar de uma EMPRESA, certo?
Faltam tantas profissões... uma brincadeira de vez em quando, ajuda a desintoxicar o nosso fígado.
Um abraço e bom fim de semana!

O Espírito do Tai Chi disse...

Amiga Irene,

Se não for assim... anda por lá perto!...

Beijinhos,

António Serra

PS - O "Principe Real ao Entardecer" está de volta.

Anónimo disse...

Mas que complicação contratar um (ou mais) empregados. Grande despesa em tijolos... isto para não falar no peso e na sujidade. Tem de haver outra forma mais conveniente. Em qualquer dos casos, vou estar atento a estes conselhos. Agradecido por esta dica.