sábado, 23 de maio de 2009

A Verdade


Um dia, a Verdade decidiu visitar os homens, sem roupas e sem adornos, tão nua como o seu próprio nome.
E todos que a viam, viravam-lhe as costas de vergonha ou de medo, e ninguém a aceitava ou lhe dava as boas-vindas.
Assim, a Verdade foi percorrendo o mundo até aos confins da Terra, criticada, rejeitada e desprezada.
Uma tarde, muito desconsolada e triste, encontrou a Parábola, que passeava alegremente, muito elegante trajando um belo vestido.
— "Amiga Verdade, que se passa? Por que estás tão abatida?" — perguntou a Parábola.
— "Porque devo ser muito feia e antipática, já que os homens me evitam tanto!" — respondeu a Verdade muito amargurada.
— "Que disparate!" — sorriu compreensiva a Parábola. — "Não é por isso que os homens te evitam. Toma! Veste algumas das minhas roupas e vê o que acontece."
Então, a Verdade vestiu as lindas roupas que a Parábola lhe oferecia, e, de repente, por toda parte onde passava, sorriam-lhe, era festejada e mostravam-lhe de várias maneiras que era bem-vinda...
É por isso, que nos dias de hoje, os seres humanos não gostam de encarar a Verdade sem adornos. Eles preferem-na disfarçada.
(Conto judaico -ilustração de Carlos Vilallonga)

4 comentários:

Anónimo disse...

ESTIMADA AMIGA E ILUSTRE ROMANCISTA,
UMA BELA E ÓPTIMA HISTÓRIA, QUE AINDA NOS DIAS DE HOJE ESTÁ BEM PRESENTE, POIS AS VERDADES, NÃO SE PODEM DIZER, A MENTIRA ESSA, ENGALANADA DE ROUPAS VISTOSAS, CONSEGUE ENGANAR TUDO O MUNDO, VEJA-SE OS POLÍTICOS E NÃO SÓ!...
ADOREI.
ANTÓNIO CAMBETA

Anónimo disse...

A verdade, verdadinha, essa anda camuflada não só na política, como com os amigos, entre casais, pais e filhos e por aí fora. Mas às vezes, sabe bem meter uma peta ou mentir ao chefe que se teve doente e afinal foi para as massagens, eh, eh, eh. Aqui em macau, até os policias gostam, olé se gostam. Boa semana amigos!

Anónimo disse...

Esta gravura é girissima. Onde vais descobrir estas coisas? Olha, adorei o teu blog, é dificil escrever mensagens nele, tentei várias vezes e noutros dias, mas percebi que tem de ser anónimo, mas aqui fica o meu nome.
Beijos e a continuação de belos escritos para nos deliciares.
Maria José Santos

Manuela disse...

... e triste.....olhar a nossa volta e ver tudo mascarado!!!
por isso...eu sou uma sofredora nesta vida!!!...espero nao sofrer tanto na proxima....
Manuela