domingo, 7 de março de 2010

Mulheres...

A todas as mulheres que foram dedicadas e incansáveis lutadoras pela igualdade de direitos, parabéns pelo 8 de Março, Dia da Mulher! A mulher que é filha, que é mãe,
que é companheira, que é puro amor,
Ser mulher é como eu sou… ter vivido o esplendor de todas as idades…
De tudo um pouco conheci, e me seduzi por todas as realidades…
Não vou mentir, sofri também a dor pungente das decepções,
Mas a minh’alma regozija, por ter balançado muitos corações…

Assim sou eu… já fui menina, adolescente, e me tornei mulher,
Os anos passaram cheias de lutas e canseiras,
Mas hoje sou uma orgulhosa avó!
Por tudo me apaixono, tenha eu a idade que tiver…
Em mim haverá sempre uma alegria intensa que não morrerá,
E a alma terna, que me salta aos olhos, jamais se apagará…

Um sorriso a aflorar da minha boca, traduzo a alegria de viver…
Quero fazer nascer das minhas mãos, sempre a maior felicidade,
Saber que na minha ausência, sentirás sim, muita saudade…

Tesouro algum no mundo, poderá substituir tudo isto que sinto,
Todo o valor da alma com que eu seduzo e me deixo seduzir…
E esta é, como eu disse, a minha esfuziante maneira de viver e... por ser mulher!

Nada melhor para descrever uma mulher, que a Martha Medeiros. Aqui fica a minha homenagem a todas as mulheres do mundo:

O MULHERÃO

Peça para um homem descrever um mulherão. Ele imediatamente vai falar no tamanho dos seios, na medida da cintura, no volume dos lábios, nas pernas, bumbum e cor dos olhos. Ou vai dizer que mulherão tem que ser loira, 1,80m, siliconada, sorriso colgate.

Mulherões, dentro deste conceito, não existem muitas. Agora pergunte para uma mulher o que ela considera um mulherão e você vai descobrir que tem uma em cada esquina.

Mulherão é aquela que pega dois ônibus para ir para o trabalho e mais dois para voltar, e quando chega em casa encontra um tanque lotado de roupa e uma família morta de fome.

Mulherão é aquela que vai de madrugada pra fila garantir matrícula na escola e aquela aposentada que passa horas em pé na fila do banco pra buscar uma pensão de 200 reais.

Mulherão é a empresária que administra dezenas de funcionários de segunda a sexta, e uma família todos os dias da semana.

Mulherão é quem volta do supermercado segurando várias sacolas depois de ter pesquisado preços e feito malabarismo com o orçamento.

Mulherão é aquela que se depila, que passa cremes, que se maquia, que faz dieta, que malha, que usa salto alto, meia-calça, ajeita o cabelo e se perfuma, mesmo sem nenhum convite para ser capa de revista.

Mulherão é quem leva os filhos na escola, busca os filhos na escola, leva os filhos pra natação, busca os filhos na natação, leva os filhos pra cama, conta histórias, dá um beijo e apaga a luz.

Mulherão é aquela mãe de adolescente que não dorme enquanto ele não chega, e que de manhã bem cedo já está de pé, esquentando o leite.

Mulherão é quem leciona em troca de um salário mínimo, é quem faz serviços voluntários, é quem colhe uva, é quem opera pacientes, é quem lava roupa pra fora, é quem bota a mesa, cozinha o feijão e à tarde trabalha atrás de um balcão.

Mulherão é quem cria filhos sozinha, quem dá expediente de 8 horas e enfrenta menopausa, TPM e menstruação.

Mulherão é quem arruma os armários, coloca flores nos vasos, fecha a cortina para o sol não desbotar os móveis, mantém a geladeira cheia e os cinzeiros vazios.

Mulherão é quem sabe onde cada coisa está, o que cada filho sente e qual o melhor remédio pra azia.

Longa vida às mulheres lindas de morrer, mas mulherão é quem mata um leão por dia.

2 comentários:

MACAU BANGKOK O MAR DO POETA disse...

Estimada Amiga e Ilustre Historiadora Irene,
Quis Deus lhe entregar uma missão, uma missão linda, a de ser mulher e dar continuidade à vida, sem vós mulheres, não existiria o mundo.
Como Mulher, esposa, mãe e avõ, os meus respeitosos cumprimentos, com votos que este Dia Internacional da Mulher seja passado com muita alegria, paz e amor.

maria disse...

Mais uma vez nao deixas-te passaar esta data em branco,alias conhecendo-te nem podia ser doutra maneira. Como "Mulher" gostaria que nao existisse um dia ,mas sim todos.Infelizmente a Sociedade a Familia o Trabalho encarregam-se de nos lembrar a realidade. MULHER,COMPANHEIRA,MAE,AVO.....e acumulando TRABALHADORA!!!!!! Atributos que deveriam chegar para nao existir o9 "8 de Marco". Beijos amiga.