quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Solidão


Deus costuma usar a solidão
Para nos ensinar sobre a convivência.

Às vezes, usa a raiva para que possamos
Compreender o infinito valor da paz.
Outras vezes usa o tédio, quando quer
nos mostrar a importância da aventura e do abandono.

Deus costuma usar o silêncio para nos ensinar
sobre a responsabilidade do que dizemos.
Às vezes usa o cansaço, para que possamos
Compreender o valor do despertar.

Outras vezes usa a doença, quando quer
Nos mostrar a importância da saúde.
Deus costuma usar o fogo,
para nos ensinar a andar sobre a água.
Às vezes, usa a terra, para que possamos
Compreender o valor do ar.
Outras vezes usa a morte, quando quer
Nos mostrar a importância da vida.

Fernando Pessoa

Nos momentos onde a solidão parece esmagar toda a beleza,
todos os sonhos, a única maneira de resistir,
é continuarmos abertos para a intensidade da vida,
porque muitas vezes, estar só, é apenas um modo de sentir.

3 comentários:

Sereia disse...

Boa tarde pessoa linda...
Esse poema do Fernando Pessoa é majestoso por demais e quem o lê com afinco vai entender os sinais q Deus nos envia todos os dias na esperança de q possamos compreender que ele está sempre presente nos ensinando a valorizar a vida como um presente divino.
Adorei,obrigado por nos ofertar tamanho ensinamento...
Um beijo grannnnnnnnnnnnnnde

Luis F disse...

Amiga agradeço este poema e a partilha do mesmo.

Gostei de reler

Como sempre bom gosto nos post

Com amizade
Bj
Luis

Zé Carlos disse...

Olá menina querida, vim antes de sair para a fazenda porque sei que no final de semana vc vai passear na China e desaparece.

Este mestre nascido na sua santa terrinha é a fonte de muitos ensinamentos:

"Outras vezes usa a morte, quando quer Nos mostrar a importância da vida.

**Fernando Pessoa"

Obrigado querida por tudo de lindo com que nos presenteia.
Bjs do ZC e um lindo final de semana....