sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Comida Chinesa e os pauzinhos

Os mitos em torno da culinária chinesa estão a ser ultrapassados à medida que cada vez mais estrangeiros difundem nos seus países os gostos e paladares da China.
A culinária neste grande país, é uma arte sofisticada e muito apreciada, não só pelos seus habitantes, como cada vez mais tem transposto fronteiras e despertado a curiosidade dos turistas que invadem os restaurantes à procura da sua diversidade.
Os chineses acreditam que uma refeição deliciosa e farta gera felicidade, harmonia, bem-estar físico e mental. Durante as "eras douradas" da China, nas épocas de prosperidade, os chineses desenvolveram a cultura por meio da arte, da ciência e da culinária.Cor, aroma, sabor e apresentação num prato devem complementar-se, mas também deve dar-se atenção à maneira de cortar os alimentos.
Os ingredientes são todos cortados, segundo as exigências do prato, em fatias, cubinhos, tiras, rpas finas, grãos ou picados, a fim de realçar o sabor entre os seus ingredientes e o prato deve ser bonito ao olhar e ao paladar.
Os diversos condimentos, além de dissipar os maus sabores originais de alguns ingredientes, são preparados para diferentes sabores, conforme os diferentes gostos pessoais.
A culinária cantonense ou de Guangdong é, em geral, cozida no vapor, fervida ou frita rapidamente em pouquíssimo óleo. Os ingredientes principais são frutos-do-mar, porco, frango e vegetais, e são normalmente acompanhados com arroz branco.
Há um dito popular que "os cantonenses comem tudo o que tem pernas, nada e voa, excepto mesas, barcos e aviões. No tratamento culinário, há variados estilos como fritar, saltear, guisar, refogar, assar, cozer em água e ou ao vapor, estufar, escaldar, ferver rapidamente, entre muitos outros processos.
Depois de cortar os ingredientes, os cozinheiros podem fazer com eles diferentes desenhos, aproveitando as suas cores naturais que os insentiva a dar nomes estranhos aos pratos, muitas vezes dedicados às suas terras de origem, aos deuses e à imaginação.
Além disso, na China não existem porções individuais. Os pratos são colocados na mesa e a refeição é compartilhada, pois cada um tira uma pequena porção de cada prato. Assim, todos podem ter a oportunidade de experimentar os vários tipos de comidas postos na mesa.

YUM CHA - Dim Sum

São leves e pouco calóricos, estes pequenos pastelinhos feitos de uma massa tão fina e muitas vezes quase transparentes, recheados com gambas, vegetais ou carne de porco. São os "dim sum", petiscos cozinhados a vapor ou fritos, chegam à mesa sempre num cestinho de bambu ou de inox.
É um petisco tipicamente cantonese, ir a "Yum Cha", é uma tradição que se partilha com a família ou amigos ao fim de semana, de manhã ou a meio da tarde.
A sua tradução é literalmente “beber chá”. O Yum Cha refere-se ao costume de comer pequenas doses de diferentes comidas, enquanto se bebe chá chinês.

Etiqueta à mesa - O uso dos pauzinhos ou fachisÉ costume na China o uso dos "fachis" (pauzinhos) em vez de garfo e faca.Os chineses acham que uma faca, para além de ser um objecto agressivo e perigoso, "corta" a harmonia do convivio e é por isso que os alimentos chegam à mesa perfeitamente cortados e prontos a comer.
Os Pauzinhos ou fachis, são umas varetas utilizadas como talheres nos países do Extremo Oriente, como a China, o Japão, o Vietnam e a Coreia.
São usualmente feitos de madeira, bambu, marfim ou metal, e modernamente de plástico e de madeira, ambos descartáveis.
O par de pauzinhos é manuseado com a mão direita, entre o dedo polegar e os dedos anelar, médio e indicador, e serve como uma pinça para apanhar pedaços de comida ou empurrá-los diretamente da tigela para a boca.Os pauzinhos eram usados originalmente pelos Hans, etnia maioritária da China. Hoje, é um utensílio indispensável e tradicional para manusear os alimentos em toda a Ásia.
Esta prática foi aceite por muitas outras minorias e por vários países asiáticos, inclusivé o Japão, que comemora a "festa dos pauzinhos" todos os anos, no dia 4 de Março.

Desde as dinastias Qin e Han, isto é, nos séculos II e I a. C., o povo deixou de comer com as mãos, aos poucos foi-se introduzindo a consciencilização da importância da saúde, os pauzinhos foram-se popularizando até aos dias de hoje.

1 comentário:

Mariana disse...

Eu gosto de experimentar distintos tipos de comida, e a verdade que a chinesa tem vários pratos muito gostosos, e a possibilidade de pedir delivery em moema, porque a cultura chinesa está bastante presente no país e na cidade.